Como ser organizar para revender roupas baratas com sucesso

roupas-baratas

Talvez se você está à procura de roupas baratas para revenda, sua história seja parecida com a da jovem empreendedora deste artigo.

Suzy cresceu em uma família de classe média alta, mas, que ao longo do tempo foi decaindo, porque infelizmente ninguém ali ninguém pensava de forma empreendedora.

Digo empreendedora porque se você deseja construir algo grande em sua vida, onde você, sua família e novas gerações usufruam de condições fora da média, o objetivo de um negócio próprio  pensando a longo prazo deve ser criado.

E como dito no começo deste artigo, as condições financeiras da família estavam ano após ano decaindo e, já aos seus 16 anos, Suzy teve que obrigatoriamente começar a trabalhar, a fim de ajudar com o sustento da casa.

 

Suzy começa a revender roupas femininas baratas

E diferente do que a família sugeriu, onde queriam ver Suzy trabalhando com carteira assinada, porque diziam que ela teria um salário fixo garantido, a jovem contra todos decidiu empreender.

Ela não queria ficar presa a nenhuma empresa e, desde cedo convivia com posts sobre empreendedorismo nas redes sociais, onde acompanhava muitos empresários de sucesso e, sabia muito bem o que devia fazer naquele momento difícil em que a família se encontrava.

A jovem garota decidida a empreender, foi a primeira a fazer isso em sua família, onde todos eram funcionários públicos ou ficavam na mesma empresa por longos anos, sempre com o objetivo de garantir a sensação de estabilidade invisível.

Seu primeiro negócio foi o de revender roupas baratas em consignação para uma amiga da família. Logo Suzy se destacou e começou com seus primeiros lucros a comprar seu próprio estoque, sendo assim aumentando gradativamente seus lucros.

 

Passados dois anos o negócio cresceu

Agora a jovem tinha dezoito anos e decidida, contou para os pais que não pretendia cursar nenhuma faculdade e muito menos ter um emprego fixo ou concursado. Seu objetivo agora era o de montar uma oficina de costura, criando uma marca própria de roupas e assim construir o seu futuro.

E a jovem determinada conseguiu comprar suas primeiras maquinas de costura industrial, onde junto a algumas mulheres que a mesma contratou, conseguiu criar as suas primeiras coleções de roupas.

 

Agora ela que oferecia roupas baratas para revenda

Resumindo essa rápida história, a jovem agora que contratava revendedoras que estavam procurando por roupas femininas baratas. E precisamente apôs cinco anos criou uma grande indústria têxtil conhecida nacionalmente.

Essa foi apenas uma história ilustrativa com o intuito de te inspirar nesta jornada, portanto de você deseja realmente revender roupas com sucesso, sugiro que você leia as orientações abaixo.

 

Como revender roupas com sucesso

Para muitas pessoas, o trabalho autônomo surge como uma ótima opção, e dentre as opções desse gênero uma se destaca: a revenda de roupas. A revenda de roupas é uma ótima fonte de renda, pois se trata de um item essencial – afinal, ninguém vive sem – e o valor de revenda pode trazer grandes lucros quando comparado ao valor da compra inicial.

Por isso, se você pensa em investir em roupas baratas para revender, fique atenta a este artigo, pois vamos de dar dicas valiosas para você ter sucesso com seu negócio autônomo.

 

Esquematizando a revenda

A primeira coisa em que você deve pensar é no esquema de revenda: você será uma profissional autônoma, que compra e vende roupas por conta própria, ou você será uma revendedora que trabalha em consignação (parceria) com fábricas, responsável pela terceirização do serviço de revenda da fábrica? Decidido isto é hora de ir para o próximo passo.

 

Definindo o público alvo

Qual o seu público? Isso é de especial importância, pois todas as suas compras se baseiam no público. Assim, é preciso se perguntar: minhas roupas baratas para revender serão para homens ou mulheres? De qual idade? Com estilo mais conservador ou mais moderno? Roupas mais básicas ou roupas mais chamativas? Feito isto, é hora de montar seu estoque.

 

Reforçando o negócio

Montando o estoque: se você optou por vender roupas em consignação com fábricas, não precisará fazer este passo. No entanto, se você irá comprar roupas baratas para revender por conta própria, precisa de um estoque para garantir o fluxo constante das vendas.

Com uma boa pesquisa em lojas de atacado – geralmente estão em São Paulo, por isso se você não mora na cidade é necessário levar em conta o custo da excursão – e um investimento inicial relativamente baixo, você já consegue montar um bom estoque.

 

Roupas baratas ou qualidade?

Monte uma boa estratégia de preço: nesta etapa, é preciso pensar porque as pessoas compraram suas roupas. São roupas de maior qualidade, são roupas que não são achadas na sua cidade ou são roupas baratas?

Além destes fatores, na hora de decidir o preço das peças é necessário considerar o quanto foi gasto com a excursão (se houve uma) e o custo para a entrega das peças (seja do combustível ou do transporte público).

 

Clientes para um negócio de longo prazo

Fidelize as (os) clientes: atendimento de qualidade, preços mais baixos, parcelamento de compra e descontos na compra de várias peças são exemplos de estratégias para a fidelização de clientes, fazendo com que eles comprem só de você e que você tenha uma renda garantida.

Além disso, um bom atendimento causa a forma mais eficaz de propaganda para você e seu negócio de roupas baratas para revenda: o boca a boca.

Veja também:

https://youtu.be/2_bcSvTYK2g

Desejamos a você muito sucesso!